Presidente da Câmara cobra segurança e aumento do efetivo da GCM em São Pedro

Publicado em: 06 de junho de 2017

Antonio Benedito Ferraz Toledo, conhecido como Toninho da Sorveteria (PSL), presidente da Câmara Municipal de São Pedro, apresentou durante a sessão ordinária realizada na segunda-feira, dia 29, uma indicação e um requerimento os quais cobra medidas relacionadas à segurança pública na cidade.

De acordo com o parlamentar, “tem ocorrido inúmeros casos de roubos a mão armada, em residências e comércio isso sem falar nos inúmeros furtos que são praticados diariamente, o que tem aumentado e muito nos últimos meses”, comentou.

Diante disso, o vereador apresentou o Requerimento nº 042/2017 onde cobra diversas informações do Executivo Municipal relacionadas à segurança da cidade.

Ele questiona, por exemplo: quais são as medidas tomadas, ou que virão as ser tomadas, em torno da segurança pública em nosso município para coibir a grande incidência de assaltos?; Se existe algum planejamento com o objetivo de implantar ações conjuntas preventivas em segurança pública entre a Policia Militar, a Policia Civil e a Guarda Civil Municipal?; Se a Guarda Civil Municipal vem atuando em relação a Segurança Pública conforme princípios de atuação determinados pela Lei Federal nº 13.022/2014; se existe efetivos escalados para permanecer nas principais praças da cidade?; e, se existe algum planejamento para aumentar o efetivo da Guarda Municipal?.

“Tem ocorrido inúmeros casos de roubos de veículos e de residências a mão armada, além de comércios de nossa cidade, inclusive durante o horário comercial, o que tem sido intensificado nos últimos meses. A insegurança está generalizada e não é só aqui no município, e é cobrada cada vez mais das autoridades medidas que visem restabelecer a segurança da população”, destacou ele.

Ele citou ainda que o Comando da Polícia Militar de São Pedro, que já esteve na Câmara Municipal por diversas vezes, sempre afirma que para um Município do porte de São Pedro o efetivo já se encontrava no limite de sua capacidade e que não seria por essa razão possível um aumento no número de policiais na cidade.

“Destacamos o descaso do Estado, uma vez que temos um número insuficiente de viaturas para o atendimento de todo o município e, ainda mais temerário é a demora do atendimento do telefone de emergência 190, isso eu falo com propriedade, pois tentei por inúmeras vezes chamar o serviço. Além disso, somos uma estância turística e nossa população aumenta consideravelmente a cada dia”,  completou.

Já na Indicação nº 211/2017, o vereador solicitou ao Executivo Municipal que adote as medidas necessárias a fim de aumentar o patrulhamento da Guarda Civil Municipal.

“As Guardas Municipais se apresentaram como nova e moderna alternativa de prestação de serviço público de segurança ao cidadão. Por serem instituições municipais (locais) e, constituída por elementos do município e região, são instituições que respeitam as tradições, cultura, folclore e costumes locais. Seus integrantes têm cumplicidade às coisas da cidade. E para que a Guarda possa desenvolver seu trabalho com êxito, é necessário investimento do Poder Público, com aplicação de cursos de capacitação, equipamentos e com efetivo suficiente para que possam atuar em ações de auxilio ao público e não é isto que estamos vendo ser aplicado em nossa Guarda”, disse o vereador.


Publicado por: CMSP - Assessoria de Imprensa

Cadastre-se e receba notícias em seu email